domingo, março 16, 2008

O Piano

Título Original:
"The Piano" (1993)

Realização:
Jane Campion

Argumento:
Jane Campion

Actores:
Holly Hunter - Ada McGrath
Harvey Keitel - George Baines
Sam Neill - Alisdair Stewart
Anna Paquin - Flora McGrath


Século XIX, Ada McGrath, uma mulher que não fala desde os seis anos de idade, deixa a Escócia juntamente com a sua filha Flora, para ir viver para a recém colonizada Nova Zelândia, onde oficializará um casamento arranjado. O encontro com o marido, Alisdair Stewart, o qual ela não conhecia, corre mal devido à recusa dele em transportar o piano que é a grande paixão de Ada e a sua melhor forma de se exprimir. Ter de abandonar o seu adorado piano no meio da praia faz com que Ada desde logo antipatize com Alisdair. Entre os homens deste, está George Baines, que se sente atraído por Ada. Aproveitando-se da situação, Baines leva o piano para a sua casa e promete devolvê-lo a Ada caso esta o ensine a tocar. Com o tempo as aulas vão-se transformando em encontros de grande erotismo, nos quais Baines e Ada se descobrem um ao outro e se apaixonam.

Realizado no princípio dos anos noventa, “O Piano” foi o terceiro filme da realizadora Jane Campion. Bem aceite pela crítica, o filme recolheu nomeações e prémios, como por exemplo o Óscar de Melhor Argumento Original para Jane Campion, o Óscar de Melhor Actriz Principal para Holly Hunter e o Óscar de Melhor Actriz Secundária para Anna Paquinn, na altura apenas uma criança, foi uma das mais jovens actrizes a receber um prémio de tamanha importância (pelo menos para Hollywood) na sétima arte.

É pena que Holly Hunter tenha andado meio desaparecida ao longo destes anos, após a interpretação brilhante em “O Piano” de uma personagem muda que fez com que a actriz desenvolvesse uma grande expressividade no seu papel, há cenas em que percebemos sentimentos e reacções, sem uma única palavra. Mais pena me faz Anna Paquin, mulher feita, que o melhor que conseguiu foi o papel de Vampira (Rogue) na trilogia "X-Men". É o exemplo perfeito de que ganhar um Óscar nem sempre é sinónimo de sorte ou de carreira segura como actriz de cinema.

“O Piano” conta com uma inesquecível banda sonora da responsabilidade de Michael Nyman. Em algumas cenas a própria Holly Hunter tocou músicas de Nymam no piano. Uma das cenas que este filme nos deixa na memória é quando Ada toca no piano que está no meio da praia, enquanto a filha dança ao som da música à beira-mar. Uma comunhão perfeita entre a natureza e a música.

® Isabel Fernandes

3 Comments:

At 6:18 da tarde, Blogger Cataclismo Cerebral said...

O filme é um prodígio de sensibilidade, com uma banda-sonora realmente marcante e interpretações sentidas. A Anna Paquin não se tornou uma leading lady, mas tem faro para bons papéis e filmes (uma obra-prima como A Última Hora diz tudo). De resto, O Piano continua a ser o melhor esforço criativo de Jane Campion.

 
At 9:18 da tarde, Blogger THE NADER said...

Tenho que ver!

 
At 12:31 da manhã, Blogger Prazeres said...

Olá, antes de mais peço as minhas sinceras desculpas. Mas escrevo não para poder comentar o filme. Sou um grande apaixonado pelo cinema e como tal tenho estado há mais de 15 anos a fazer uma grande colecção de filmes. Mas decerto existe um filme de que vi ainda quando era muito novo e gostaria de poder saber se me poderáo saber ao menos o titulo do filme.

è um drama gravado na europa, usa, e africa aonde se desenvolve toda a historia.

São um grupo de medicos sem fronteiras e dois deles acabam por se enamorar. Sendo ele medico americano e ela italiana. Mas a sua familia nao aceita tal relação e a obrigaga a casar com outro para o poder salver a vida, visto ele ter levado com uma bala na cabeça. Ele tocavam piano e depois de a perder deixa de tocar. Passados muitos anos ela adoence e ele tornasse especialista na cura da doença dela sendo assim sua unica esperança. Mas infelizmente ela acaba por falecer nos seus braços. Mas antes de morrer o pedi para poder voltar a tocar piano.

 

Enviar um comentário

<< Home