quarta-feira, março 01, 2006

Pago Para Esquecer

Título Original:
"PayCheck" (2003)

Realização:
John Woo

Argumento:
Philip K. Dick & Dean Georgaris

Actores:
Ben Affleck - Michael Jennings
Aaron Eckhart - James Rethrick
Uma Thurman - Dr. Rachel Porter
Paul Giamatti - Shorty


Após os sucessos de público e crítica de Blade Runner (de Ridley Scott), Desafio Total ( de Paul Verhoeven) e Relatório Minoritário (de Steven Spielberg), outro conto de Philip K. Dick é adaptado ao grande ecrã.
Como todas as obras do autor, Pago Para Esquecer suscita questões curiosas e pertinentes, em particular acerca da relevância da memória e da possibilidade de destruição desta, assim como da hipótese de prever o futuro e os riscos que tal poderá gerar. Encontramo-nos em território clássico da ficção científica, fértil em ideias inovadoras e entusiasmantes.

John Woo, cineasta conhecido por títulos como A Outra Face ou Códigos de Guerra, orienta a narrativa de K. Dick para um filme que aposta em cenas de acção bem conseguidas e com doses de adrenalina q.b., seguindo a lógica narrativa dos habituais blockbusters de Hollywood.
Ben Affleck interpreta um engenheiro cuja memória é apagada após um período de três anos, durante o qual trabalhou na criação de um aparelho que possibilita prever o futuro. Uma Thurman acompanha-o enquanto típica namorada do protagonista, Paul Giamatti desempenha o atrapalhado fiel amigo e Aaron Eckart dá corpo ao vilão frio e calculista.

Pago Para Esquecer mistura acção, ficção científica, suspense e algum humor, e, mesmo não se tratando de um marco inesquecível dentro do género (tal título estará mais próximo do sofisticado e surpreendente Relatório Minoritário), tem ingredientes combinados de forma consistente para merecer destaque e ser visionado. Contrariamente à maioria dos filmes-de-acção provenientes de território norte-americano, esta proposta de John Woo não oferece somente o habituail e algo previsível concentrado de efeitos pirotécnicos, antes os utiliza para proporcionar uma experiência cinematográfica que pretende despoletar alguma reflexão por parte do espectador.
Um filme lúdico e pertinente.

® Gonçalo Sá

1 Comments:

At 11:41 da manhã, Anonymous S0LO said...

Estamos de acordo, Gonçalo :). 6/10 é uma boa nota para este filme.

Abraço

 

Enviar um comentário

<< Home