quinta-feira, setembro 21, 2006

A Lula e a Baleia

Título Original:
"The Squid And The Whale" (2005)

Realização:
Noah Baumbach

Argumento:
Noah Baumbach

Actores:
Jeff Daniels - Bernard Berkman
Laura Linney - Joan Berkman
Jesse Eisenberg - Walt Berkman
Owen Kline - Frank Berkman


Escrito e realizado por Noah Baumbach, o argumentista de The Life Aquatic With Steve Zissou, The Squid And The Whale baseia-se nas experiências de vida do realizador para nos contar como é que uma situação de divórcio pode afectar toda uma família, que afinal sempre pareceu estar unida. Esta família é formada por Bernard (Jeff Daniels), um académico e escritor, pela sua mulher Joan (Laura Linney), aspirante a escritora e pelos seus dois filhos Walt (Jesse Eisenberg), de 16 anos de idade e Frank (Owen Kline), de 12 anos.

Baumbach referiu numa entrevista que, para ele, a vida é sempre vista como material para um futuro filme. E aqui está a prova de que isso é verdade e costuma resultar. Tendo em conta que as filmagens só duraram 23 dias e que a duração do filme é de apenas 81 minutos, é de facto impressionante o que se conseguiu condensar e mostrar em tão pouco tempo. É que não é unicamente a história de uma família que aqui vemos. É, na verdade, com relativa facilidade que reconhecemos neste filme referências a outros tantos casais separados e famílias magoadas que todos conhecemos na realidade e com as quais nos confrontamos dia-a-dia.

Os pais, ambos (aparentemente muito) intelectuais e arrogantes, criam e tratam os seus filhos como se eles fossem adultos já formados. Os filhos, ambos a atravessar uma complicada adolescência mas em fases diferentes devido á sua idade, são constantemente pressionados pelos pais para fazer isto ou aquilo e ficam igualmente sem saber qual será a atitude mais correcta a tomar, embora tenham as suas próprias ideias já definidas. Todos estas diferentes personalidades irão, como é óbvio, entrar em conflito e criar situações deveras embaraçosas perante acontecimentos como o divórcio, a infidelidade, o amor, o sucesso, o insucesso e a custódia dos filhos.

Este filme é então um drama, e não uma comédia pura, como aliás tem, erradamente, sido referenciado por diversos meios de comunicação social. Possui de facto, um ou outro diálogo mais irónico ou cómico - muito usado pela personagem de Jeff Daniels, num dos melhores papéis da sua já longa carreira - mas não deixa de ser a visão simples mas triste das diferentes formas como quatro pessoas diferentes conseguem lidar com uma situação que os atinge também de forma desigual.

Já Laura Linney está igualmente a bom nível como a mãe de sucesso, embora nem todos a vejam da mesma forma. O restante elenco, principalmente os seus elementos juvenis, souberam surpreender pela positiva com as suas interpretações de qualidade. Apenas se deve lamentar o facto de não se dar o desenvolvimento necessário a algumas personagens secundárias que bem o mereciam.

Ao som de Bryan Adams, Lou Reed e Roger Waters, The Squid And The Whale é assim um olhar honesto, terno, duro e real sobre o divórcio e uma das obras que melhor soube retratar o referido tema no seu curto tempo de duração. Só é pena que, aparentemente, pareça estar a passar tão despercebido nas salas de cinema nacionais, escondido no meio de tanto blockbuster de qualidade duvidosa...

® Mário Lopes

2 Comments:

At 11:15 da tarde, Blogger wasted blues said...

Tenho muita, muita pena de ter perdido este filme no cinema :(

 
At 6:39 da tarde, Blogger fernanda said...

ola! alguém me sabe dizer aonde posso arranjar este filme, na zona do porto. obrigada!

 

Enviar um comentário

<< Home