segunda-feira, dezembro 04, 2006

16 Blocks

Título Original:
"16 Blocks" (2006)

Realização:
Richard Donner

Argumento:
Richard Wenk

Actores:
Bruce Willis - Jack Mosley
Mos Def - Eddie Bunker
David Morse - Frank Nugent
Jenna Stern - Diane Mosley


Jack Mosley, um detective pouco convencional, com fama de bêbedo inveterado, tem que entregar sã e salva a testemunha fundamental do julgamento de um caso de corrupção policial Eddie Bunker. A única forma de garantir o cumprimento do seu dever é assegurar a sobrevivência da testemunha enfrentando a distância que os separa do Tribunal arriscando a cada momento a vida de ambos…

Richard Donner (Superman, The Omen, Arma Mortífera) regressa com um thriller frenético, no qual Bruce Willis personifica um polícia alcoólico e na pré-reforma, cujos trabalhos mais deploráveis lhe são entregues. Sem querer, irá se envolver na protecção da testemunha (Mos Def) de um importante julgamento que poderá colocar em causa a corrupção policial. O caminho que separa os dois homens do tribunal é nada mais nada menos que 16 quarteirões (16 Blocks), daí o título sugestivo do filme.

16 Blocks pauta-se por um thriller eficaz, bem realizado, sempre a alta velocidade e com uma performance muito boa do veterano Bruce Willis, cuja personagem, o detective Jack Mosley está com um aspecto sempre degradante: altas olheiras, cansaço no rosto e consumido pela bebida. Secundado por um David Morse de luxo, na pele do polícia corrupto, que persegue Willis, os dois actores acrescentam performances superiores. Já o mesmo não se pode dizer de Mos Def, como Eddie Bunker, a testemunha central do caso de corrupção. O seu personagem tem uma pronúncia tão irritante e é tão desprovido de interesse que chega a apetecer retirar o volume nas cenas em que dialoga com Willis. Diálogos esses, diga-se de passagem, pouco ou nada interessantes…

À parte dos actores, Richard Donner, tenta dar uma lufada de ar fresco ao género. Embora, não o consiga fazer em pleno, ainda assim, 16 Blocks cumpre com os seus propósitos, que são os de entreter. Nesse sentido, é competente e vê-se bem, embora nada traga de novo ao género policial / buddy movie. No entanto, Donner consegue ludibriar alguns clichés habituais do género através do ritmo acelerado da narrativa e introduzindo alguns truques, nomeadamente colocando a acção em tempo real, isto é, o tempo que os dois homens possuem para chegar ao tribunal (cerca de duas horas) é o tempo de duração da película (claramente influência da série televisiva “24”).

Para os fans de policiais de acção, 16 Blocks é um filme agradável para um domingo à tarde chuvoso. É necessário relembrar que é realizado pelo mestre da mescla de comédia/acção, criador da série de 4 filmes “Arma Mortífera”, que sabe perfeitamente se mover no género e transpõe para 16 Blocks toda a experiência absorvida. No final, temos uma película razoável e com uma das melhores performances de Bruce Willis dos últimos tempos.

® Sérgio Lopes

1 Comments:

At 1:11 da manhã, Anonymous Anónimo said...

À primeira vista, 16 BLOCKS aparenta ser um thriller policial genérico (e de fato o é), mas revela-se bastante fortificado pela atuação de Bruce Willis (convincente, interpretando against type) e cenas de ação bem conduzidas.

 

Publicar um comentário

<< Home