sábado, julho 02, 2005

Gosford Park

Título Original:
"Gosford Park" (2001)

Realização:
Robert Altman

Argumento:
Robert Altman & Bob Balaban

Actores:
Kelly Macdonald - Mary Maceachran
Michael Gambon - Sir William McCordle
Kristin Scott Thomas - Lady Sylvia McCordle

Maggie Smith - Constance



Este filme ocorre na década de 30 em Gosford Park; uma casa majestosa em Inglaterra e com um cenário campestre. Eis assim que surge o pano de fundo para o desenvolver desta história.
Sir William e Lady Sylvia McCordle convidam os seus amigos para um fim de semana na sua bucólica casa, fim de semana esse, que inclui uma caçada.

Entre condes e condessas, realizadores e actores de cinema americano, falidos e falhados e muitos criados (de cozinha, de sala, de quarto, etc. e tal) assim se compõe e se traduz um pouco da alta sociedade daquele tempo. Enquanto os senhores caçam e as senhoras se passeiam pela casa, os criados maximizam os seus esforços e trabalhos para que os senhores tenham o melhor conforto.

Aqui é muito bem retractado o preconceito existente entre as duas classes: os senhores em cima e os empregados em baixo, nas caves. Os convidados chegam à majestosa casa acompanhados dos seus criados pessoais, estes deixam de ser tratados pelo próprio nome e passam a ser tratados pelos nomes dos seus senhores e para além disso a diferença do conforto que existe entre as duas classes é enorme.
Intrigas, traições, luxuria, sexo, e segredos pessoais trágicos são alguns dos ingredientes q.b. desta ementa. Paralelamente três personagens estudam o retracto fiel daquela sociedade, e planeiam um filme passado naquelas circunstancias e com um assassinato. E eis que a meio da noite se ouve um grito, Sir William havia sido assassinado.

Sir William ao longo da sua vida cometeu muitos erros e injustiças e neste fim de semana reúne em sua casa (sem querer) aqueles que poderão ser os seus maiores inimigos.
Um grande rol de actores (praticamente todos familiares) muito bem conseguido e de grande prestigio. Ao longo de todo o filme novas personagens iam aparecendo e as histórias cruzavam-se tal como as personagens que apareciam e desapareciam.

Kelly MacDonald, Emily Watson, e Maggie Smith têm representações merecedoras de parabéns e de salva de palmas. Quem me surpreendeu neste filme foi Ryan Phillippe, agora mais maduro e afastado da imagem do menino bonito dos filmes de adolescentes.
Gosford Park teve sete indicações para o Oscar, incluindo o de melhor filme e realização e acabou por arrecadar com o Oscar de melhor argumento. Recebeu também um Globo de Ouro para melhor realização.

® Inês Montenegro

1 Comments:

At 12:27 da tarde, Blogger Flávio said...

Excelente texto. Gostei da tua referência à diferença de classes sociais e concordo com o que dizes. Os ingleses levam essas diferenças muito a sério, é um traço cultural muito importante naquela terra e o filme mostra-o maravilhosamente.


www.a-bomba.blogspot.com

 

Publicar um comentário

<< Home