sexta-feira, dezembro 08, 2006

Carros

Título Original:
"Cars" (2006)

Realização:
John Lasseter & Joe Ranft

Argumento:
John Lasseter & Joe Ranft

Actores:
Owen Wilson - Lightning McQueen (voz)
Paul Newman - Doc Hudson (voz)
Bonnie Hunt - Sally Carrera (voz)
Michael Keaton - Chick Hicks (voz)


Lightning McQueen, um bem sucedido e orgulhoso carro de corridas, desvia-se acidentalmente para a adormecida vila de Radiator Springs. Aí irá conhecer os seus mais originais habitantes que lhe irão ensinar uma nova forma de ver a vida - uma vida muito para além da meta de chegada.

Desde a estreia do fantástico The Lion King - já lá vão 12 anos - que não foi feito mais nenhum filme que tenha sido realmente um bom e digno filme de animação. É verdade que títulos como Toy Story ou Finding Nemo têm muita qualidade, mas infelizmente não chegam aos calcanhares daquele que é para mim o melhor filme da Disney dentro do género: precisamente The Lion King. Mas eis senão quando uma Disney num decadente momento de forma compra os valiosos estúdios da Pixar e consegue dar a volta por cima através da sua mais recente aposta conjunta: Cars.

No entanto, a tarefa não parecia fácil. Ainda ninguém tinha visto uma longa-metragem só constituída por carros, sem qualquer tipo de animal e sem a presença de um único ser humano. E havia que atribuir a estes carros-personagens uma personalidade profunda e vincada, uma história bem constituída, momentos de humor, momentos para reflectir e naturalmente uma importante moral no fim. E felizmente, Cars consegue ser possuidor de todas estas características, sem no entanto se tornar lamechas e aborrecido como muitas outras longas-metragens.

Também o elenco teve um papel determinante no sucesso de Cars. Owen Wilson, Paul Newman, Bonnie Hunt, Michael Keaton e até - surpresa das surpresas - Michael Shumacher: todos deram o seu importante contributo. A esta parada de estrelas juntou-se uma óptima e adequadíssima banda sonora com temas como "Life Is A Highway" dos Rascal Flatts, "Songbird" de Kenny G e "Route 66" de Chuck Berry, entre muitos outros. Engraçadíssimas foram também as referências e piadas a outros filmes e pessoas contidas no argumento e no final dos créditos, tais como: Toy Story, Jay Leno e o já referido "Shumi", que originou uma das partes mais hilariantes do filme.

O seu final até poderá ser considerado previsível e um pouco forçado, mas a sinceridade, a sensibilidade e o carinho usado na sua realização valem por tudo o resto. Desde os efeitos de luzes nos carros e nos cenários, passando pelas atitutes divertidas e por vezes estranhas das personagens, até (claro) toda a animação que se conseguiu dar aos carros: tudo merece uma nota bem positiva. A verdade é que no final, facilmente chegamos á conclusão de que embora o filme só tenha carros, o que vimos durante as quase duas horas de duração foi muito humano em termos sentimentais. Assim sim, vale a pena ver filmes de animação!

® Mário Lopes

1 Comments:

At 6:13 da tarde, Blogger ZigBr.com said...

OLA!
Parabens!
Gostaria de convidalos para participar
do nosso portal www.zigbr.com coloquem
materias ,classificados,coloquem seus links
ficaremos muito felizes com vossa participação obrigado

 

Enviar um comentário

<< Home