domingo, dezembro 23, 2007

Ratatui

Título Original:
"Ratatouille" (2007)

Realização:
Brad Bird

Argumento:
Emily Cook & Kathy Greenberg

Vozes (versão original):
Remy – Patton Oswalt
Linguini – Lou Romano
Gusteau – Brad Garret
Skinner – Ian Holm


O protagonista desta história chama-se Remy e não é um rato qualquer. Tem um talento inato para culinária graças ao seu apurado olfacto e paladar. O recentemente falecido e famoso cozinheiro Gusteau, que defendia a máxima de que todos são capazes de cozinhar, é o ídolo de Remy, que sonha ser como ele e recusa-se a passar a vida à procura de comida no lixo.

A pacata vida de Remy no campo, com o pai que desaprova a sua vocação e o irmão mais novo que é seu cúmplice, muda drasticamente durante uma fuga por uma rede de esgotos. Remy perde-se da família e vai parar à cidade de Paris. Aí, no restaurante de Gusteau, ele conhece o desastrado Linguini, o rapaz que deita fora o lixo e receia perder o emprego. Remy vê nele a oportunidade de conseguir entrar no restaurante e pôr em prática os seus dotes culinários. Comunicando entre si através de um sistema muito cómico, Linguini recebe ordens de Remy, escondido no chapéu de cozinheiro, e torna-se num promissor cozinheiro, sempre debaixo do olho do autoritário Chefe Skinner.

“Ratatui” foi uma lufada de ar fresco comparativamente à maior parte dos fracos blockbusters estreados neste Verão. Muito bem recebido pelos espectadores de cinema, até há pouco tempo ainda estava em exibição em algumas salas de cinema portuguesas. Qual é a receita de sucesso deste filme de Brad Bird (“The Incredibles – Os Super-Heróis”, 2005)? É uma simples e deliciosa história com engraçadas e cativantes personagens como “ingredientes” principais.

O filme recupera algumas características dos clássicos de animação, como a capacidade de nos fazer rir naturalmente, sem recurso a piadas fáceis a que certos filmes nos habituaram. Vemos Paris através dos olhos de um rato que tem dúvidas e inquietações humanas: valerá a pena seguir o seu maior sonho, mesmo que isso implique estar longe da família?

Aproveitando esta quadra natalícia, o DVD de “Ratatui” seria uma óptima prenda.

® Isabel Fernandes

2 Comments:

At 11:08 da tarde, Blogger Flávio said...

Excelentes festas para a Isabel e todos os outros cinéfilos do Cine7 e também para o Ratatui.

 
At 1:22 da manhã, Blogger wasted blues said...

É um bom filme, mas continuo a preferir "Monsters, inc" ou "Toy Story"!

 

Enviar um comentário

<< Home