segunda-feira, dezembro 12, 2005

Predador

Título Original:
"Predator" (1987)

Realização:
John McTiernan

Argumento:
John McTiernan & Jim Thomas

Actores:
Arnold Schwarzenegger - Major Alan Schaeffer
Carl Weathers - Major George Dillon
Elpidia Carrillo - Anna
Kevin Peter Hall - Predador


Depois de falar de Robocop – O Policia do Futuro e de O Corvo, dois filmes que marcaram a minha adolescência, acrescento Predator, uma película tão actual como então, sendo considerada um clássico dentro do seu género. Talvez um dos melhores filmes popcorn dos anos 80, Predador ajudou a consolidar a carreira de Arnold Schwarzenneger como herói de acção.

Uma equipa de comandos, liderada por Dutch Schaeffer (Schwarzenegger), parte numa missão de resgate de um grupo de homens capturados por terroristas. Chegados ao local, encontram os homens barbaramente chacinados e decidem dizimar o acampamento inimigo como forma de retaliação. Quando se preparam para deixar o local, deparam-se com o verdadeiro responsável pela chacina: um ser extra-terrestre, com a capacidade de se camuflar na selva, dotado de armas e capacidades físicas avançadas. Caçados como verdadeiros animais, por um inimigo que não conseguem ver, os comandos terão de reunir esforços para conseguirem sobreviver, antes que sejam todos dizimados….

Realizado por John McTiernan (Assalto ao Arranha-céus, Caça ao Outubro Vermelho), o filme apresenta uma dose de ingredientes misturados na quantidade certa, abraçando diversos géneros. O que começa por ser um filme de guerra, cedo se transforma num thriller intenso, apoiado em elementos de ficção científica, acção e suspense.

Após a primeira aparição do ser extraterrestre (a.k.a. predator), o ambiente de tensão entre os homens cedo começa a fervilhar. O que à partida seria uma operação de resgate, rapidamente se torna numa luta pela sobrevivência contra um adversário sobre-humano e por isso, claramente superior. E, de facto um dos pontos atractivos do filme é seguramente a constituição do predador: Utiliza a capacidade de ficar praticamente invisível para se camuflar nas florestas densas, tem armas bastante inovadoras, força sobre-humana e por detrás da máscara protectora que utiliza, está uma figura assustadora! É, sem dúvida, um dos monstros mais bem conseguidos da sétima arte.

O filme apresenta um elenco competente, destacando-se Carl Weathers e inevitavelmente Schwarzennegger, que finalmente encontra um adversário à sua altura. A luta final entre ele e o predador é uma autêntica caça, onde só um poderá sobreviver. Volto a destacar os efeitos especiais na criação da criatura, bastante eficazes e inovadores para a época. Mesmo com o avanço rápido dos efeitos especiais a que vamos assistindo, Predator continua a ser um filme inovador dentro do género, mesmo passados quase 20 anos.

“Predator” deu origem a uma sequela, igualmente recomendável, com Danny Glover. Desta feita, a acção desenrola-se na selva urbana de Los Angeles. Há mais acção, mais predadores, mas menos história e não há… Schwarzenegger. Em 2004, jutaram-se dois franchisings numa luta titânica no nosso planeta: Alien Contra Predador. Trata-se do aproveitamento da rentabilização de dois ícones do terror, por parte dos estúdios americanos.

Quanto a Predador, em suma, é um filme bem construido, carregado de suspense e tensão psicológica, e visualmente vibrante, sendo por isso, um óptimo exemplo de puro entretenimento cinematográfico. É certamente recomendável, como um dos grandes filmes de Acção /terror do final dos anos 80.

® Sérgio Lopes.

7 Comments:

At 2:11 da tarde, Blogger membio said...

um excelente filme, que aguentou bastante bem à passagem do tempo... tal como assalto ao arranha-ceus... "John McTiernan is the man"!!! Schwarzie onde andas tu??? Há muito tempo que não lanças um filme à maneira, deixa-te de politiquices...

 
At 2:54 da tarde, Blogger cine-asia said...

De facto, é talvez o melhor filme de McTiernan a par de "assalto ao arranha-céus". São dois dos clássicos de acção do final do século 20 e um dos melhores desempenhos do actual senador americano - Arnold Schwarzenegger... LOL.

Cumprimentos

 
At 9:03 da tarde, Blogger nuno said...

uma referência sem dúvida... até arrisco dizer que no Lost está bastante presente!;) continua com as reviews sobre estes "clássicos", para n estarmos sempre a ler os filmes q estreiam em todos os blogs:)

 
At 9:36 da manhã, Blogger cine-asia said...

Concordo contigo Nuno e é o que estou a tentar fazer: falar de filmes que são clássicos do século XX. Obrigado pelo incentivo. Cumprimentos,

Sérgio lopes.

 
At 11:17 da manhã, Blogger Paulo said...

O filme é do caraças. Era uma das minhas pérolas de infância e revi-o há relativamente pouco tempo e a pica continua toda lá. Um excelente filme de acção.

Ah, "you one ugly motherfucker!"

 
At 1:14 da manhã, Anonymous S0LO said...

Concordo com a análise. É um bom filme para entreter e um bom clássico relativamente recente.

Abraço

 
At 3:32 da manhã, Blogger serEmot said...

Grande filme de entretenimento. Não é uma obra prima. Muito menos inspirador. Mas não deixa de ser um filme intenso e que me espantou na altura em que o vi. Schwarzenegger está bem e a história é forte.

 

Enviar um comentário

<< Home